Não está registado? Registe-se para ficar a par das novidades, novos lançamentos e ter acesso à loja online.

Registe-se!

ALBERTO VARANDA 

fotoautor-varanda

Nasceu em 1965 em Portugal, tendo chegado a França em 1968.

Estuda escultura em madeira, e depois grafismo publicitário e ilustração em Paris. Terminados os seus estudos, colabora na Rantanplan Presse, e nas revistas Spirou e Tintin Reporter. Ministra depois cursos de desenho e conhece Croc, criador de RPG na Siroz. Da cumplicidade entre ambos nascerão jogos como INS/MV, Bloodlust, Scales e Bitume. Nessa altura, realiza também ilustrações para Casus Belli.

HERMANN (Bélgica, 1938)

fotoautor-hermann

Hermann nasce em 1938, na Bélgica. Sai de uma infância passada no meio da Guerra e da ocupação com uma forte vontade de aprender um ofício e uma confiança bastante relativa no Homem. Depois de uma estada no Canadá, regressa ao seu país natal e casa-se. Por um acaso da vida, é o seu cunhado, Philippe Vandooven, quem o lançará na banda desenhada ao encomendar-lhe uma história para a revista de escuteiros do qual é responsável. Depois da publicação desta Histoire en Able, Greg telefona ao jovem desenhador. O autor de Achille Talon fica imediatamente impressionado com o vento de renovação que Hermann aporta ao desenho realista, e com ele enceta Bernard Prince. Seguem-se as aventuras de Comanche, após as quais a notoriedade de Hermann é tal que pode serenamente pensar em lançar-se a solo. Daí resultará Jeremiah, para começar, e uma pletora de one-shots, ao longo dos quais nos faz partilhar o seu gosto pela aguarela, mas sobretudo uma certa misantropia. Hermann nunca o escondeu: desconfia do Homem e não gosta dele. E toda a sua obra tem por ambição mergulhar-nos na nossa própria perversidade. E é raro, e precioso, que tal fealdade case na perfeição com a beleza do desenho!

Hermann recebeu, em 2016, o Grande Prémio de Angoulême pelo conjunto da sua obra.

SANTIAGO GARCÍA (Madrid, 1968)

fotoautor-santiago-garciaHá mais de dez anos que trabalha com diversos desenhadores. Publicou 3 volumes de El Vecino com Pepo Pérez. La tempestad, Héroes del espacio e El fin del mundo, com Javier Peinado, Beowulf com David Rubín, Tengo hambre, com Manel Fontdevila, Fútbol, La novela gráfica com Pablo Ríos, El extraño caso del doctor Jekyll y mister Hyde e Las meninas con Javier Olivares. Este último título mereceu o prémio para a melhor obra espanhola do ano no Salón del Cómic de Barcelona de 2015 e o Premio Nacional del Cómic do mesmo ano.

GREG (Bélgica, 1931-1999)

fotoautor-greg

Nascido na Bélgica em 1931, Greg assina as suas primeiras pranchas de banda desenhada aos 16 anos, dando início a uma das carreiras mais prolíficas da profissão. No início dos anos 50 conhece Franquin, para quem escreve alguns gags. Rapidamente, e por via da agência International Press, produzirá um número impressionante de pranchas para todos os gostos e em todos os estilos.

Enquanto argumentista, capaz de abordar temas que vão do humor ao western, passando pela espionagem, trabalha com vários desenhadores continuando, simultaneamente, a desenhar. E foi como autor completo que, em 1963, criou o seu personagem mais célebre, Achille Talon, pequeno burguês que surge pela primeira vez nas páginas da revista Pilote.

Luís Louro

fotoautor-louro

Argumentista, desenhador, fotógrafo, Luis Louro é um dos mais prolíficos e conceituados autores nacionais de banda desenhada, com mais de 30 títulos publicados. Recebeu ao longo da sua carreira vários prémios e galardões. O mais recente, de Melhor Obra de BD de Autor Português, foi-lhe atribuído, em Novembro de 2020, pelo Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora.

DAVID RUBÍN (Ourense, 1977)

fotoautor-david-rubinEstuda desenho gráfico e lança-se no mundo do cómic, da animação e da ilustração. Com a sua primeira obra de fôlego, El circo del desaliento (Astiberri, 2005), é nomeado como autor revelação no Salón Internacional del Cómic de Barcelona de 2006, ganha o seu primeiro prémío e é editado em galego, castelhano, italiano e francês. A sua obra seguinte, La tetería del oso malayo (Astiberri, 2006), também publicada em França, Itália e República Checa é nomeada para quatro dos prémios do Salón Internacional del Cómic de Barcelona de 2007; a obtenção do prémio autor revelação acredita-o como finalista do I Premio Nacional del Cómic.

Pág. 3 de 3

Carrinho de compras

 x 

Carrinho vazio
Prémio melhor desenho 30º AMADORA BD - A Morte Viva

A edição de A MORTE VIVA (Vatine e Varanda) da Ala dos Livros recebeu o Prémio Nacional de Banda Desenhada para Melhor Desenho de Autor Português no 30º AMADORA BD.

Ler mais...